MINDFULNESS PARA PORTADORES DE DOR CRÔNICA

A dor tem uma função importante em nosso organismo, ela nos alerta sobre um perigo real ou potencial.  Mas quando se torna crônica, ela perde sua função principal de alerta e passa a ser uma doença.

A interpretação da dor pode variar por meio da cultura e ser influenciada por aspectos emocionais, cognitivos e sociais. Outro aspecto importante é a predisposição do portador de dor crônica a outros transtornos como depressão e ansiedade, o que acarreta maior prejuízo funcional e laboral. Além da dor em si, há uma luta diária com o objetivo de controlar a dor, o que pode causar ainda mais sofrimento.

Na década de oitenta Jon Kabat-Zinn, pesquisador da Universidade de Massachusetss, desenvolveu um programa inspirado na filosofia budista, a Redução de Estresse com Base em Mindfulness. Ele utilizou o programa de oito semanas para amenizar dores crônicas de um grupo de pacientes, e o resultado foi uma redução significativa na intensidade da dor e sintomas relacionados.

Mindfulness ou Atenção Plena auxilia a focar no agora, evitar a distração, desenvolver e manter o comprometimento com o momento presente sem julgamentos ou avaliações emocionais. Com a prática é possível que o indivíduo portador de dor crônica promova uma perspectiva flexível de sua nova realidade, promove melhor adesão ao tratamento proposto, aumentando desta forma a habilidade de adaptação, fortalecendo a aceitação de sua condição e consequentemente redução da dor.

É importante ressaltar que Mindfulness não é apenas meditação, mas sim uma prática diária, um estilo de vida que acaba por se incorporar em todas áreas da vida da pessoa, e desta forma traz muitos benefícios comprovados cientificamente como: redução de estresse, sintomas depressivos, melhora do humor, fortalece a imunidade, além da redução do impacto de doenças crônicas.

Aceita meu convite? Vamos meditar?

PS.: Dor Crônica
Entende-se por dor crônica a dor persistente por mais de três a seis meses, independentemente de qual seja a sua causa. De acordo com a Associação Internacional para o Estudo da Dor (Iasp, em inlgês), a dor é uma sensação ou experiência emocional desagradável, associada a danos para a saúde. A dor pode ser classificada como nociceptiva (visceral e medula espinhal), tendo como sintomas náuseas e vômitos; dor neuropática (sistema nervoso) e dor mista.

Comentários