Psicoterapia Breve Operacionalizada

Por Flavia Fernandes Leonardo dos Santos

A Psicoterapia Breve Operacionalizada – PBO é uma modalidade terapêutica formulada tendo como referência a teoria psicanalítica e a teoria da adaptação de R. Simon.

A metodologia desenvolvida pelo professor Ryad Simon tem bases psicanalítica em alinhamento com a teoria da adaptação, busca oferecer o máximo resultado dentro de um tempo limitado.

Situações de Crise geram sofrimentos psíquico e impedem as pessoas de encontrarem soluções adequadas, como consequência acabam se vendo envolvidas em emaranhados mentais gerando os mais diversos sintomas físicos e psíquicos.

Através de um período de Entrevista Diagnostica Operacionalizada, EDAO, avalia-se a Situação Problema geradora da crise e então é feito o planejamento operacionalizado da terapia que pode variar de Oito a Doze sessões com o objetivo de melhorar os níveis de adaptação do indivíduo prevenindo, aliviando e até eliminando os sintomas.

Destina-se a jovens a partir de 16 anos, adultos, idosos e também aplicada a casais.

Dentro de instituições como empresas e hospitais têm se mostrado bastante eficiente e eficaz dado a limitação do tempo para contato entre terapeuta e cliente.

Após o fim do período de terapia é estipulado uma nova sessão de follow-up, após dois meses, onde será avaliado novamente a adaptação do cliente e então feito o encaminhamento a psicoterapia psicanalítica se houver necessidade.

 

Comentários

Related posts:

Gostou deste post? Compartilhe!