Objetivos e estrutura da Terapia Cognitivo Comportamental

Por  Eline Thaumaturgo Ihara  

A Terapia Cognitivo-Comportamental – TCC

É uma abordagem psicoterapêutica, com sessões estruturadas e metas terapêuticas claras e objetivas definidas no início do tratamento, focadas na solução de problemas atuais do paciente.

A TCC é um modelo proposto e desenvolvido por Aaron Beck e seus colaboradores, que integra teorias e técnicas cognitivas e comportamentais para intervenção em transtornos emocionais.

Baseia-se no princípio de que a inter-relação entre cognição, emoção e comportamento está envolvida no funcionamento normal do ser humano e, em especial, na psicopatologia. Uma situação comum do nosso cotidiano pode gerar diferentes formas de sentir e agir em diferentes pessoas, mas não é a situação em si que gera as emoções e comportamentos, mas sim o que nós pensamos sobre a situação. Nossas emoções e comportamentos são influenciados por nossos pensamentos.

Um dos objetivos da TCC é que o paciente aprenda a ser seu próprio terapeuta, através da psicoeducação sobre seu transtorno psicológico, compreendendo e questionando seus pensamentos que geram sofrimento, assimilando técnicas e estratégias para lidar com os sintomas e reduzir os comportamentos prejudiciais.

Terapeuta e paciente trabalham em conjunto no planejamento terapêutico, como uma equipe de trabalho. O terapeuta tem um papel ativo e diretivo no tratamento, da mesma forma que o paciente, que se envolve de forma proativa no processo de solução de problemas. Ambos buscam por meio de experimentos comportamentais, as evidências necessárias para confirmar ou contradizer as hipóteses levantadas colaborativamente.

As técnicas terapêuticas são planejadas para identificar, testar a realidade e corrigir as distorções de pensamentos e crenças disfuncionais. Reavaliando e corrigindo seu pensamento, o paciente aprende a administrar seus problemas e situações que antes considerava insuperáveis.

Há uma grande quantidade de estudos comprovando a eficácia do tratamento da TCC  em vários transtornos psicológicos, como: depressão, transtornos de ansiedade (transtorno de ansiedade generalizada, fobias, pânico, transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno de estresse pós-traumático, …), dores crônicas, fibromialgia, dependência química, transtornos alimentares, dificuldades interpessoais (terapia de casal e de família), etc. Sua utilização no tratamento de psicoses apresenta resultados encorajadores.

A Terapia Cognitivo-Comportamental pode ser realizada com crianças, adolescentes e adultos. O atendimento pode ser individual e em grupo.

Comentários

Related posts:

Gostou deste post? Compartilhe!