Transtorno de Ansiedade na Carreira

Por Elis Regina Lemos

Quando chega ninguém escapa dela, em algumas pessoas os sintomas são o roer as unhas, perder a concentração, dá até um mal-estar de vez em quando. Desvia a atenção e deixa o pensamento direcionado lá para o futuro.

Essa é a ansiedade! Uma sensação maluca de preocupação com o que está por vir.

A ansiedade é a expectativa de uma ameaça futura caracterizada pelo sentimento de desconforto, em conjunto com a preocupação excessiva e também o medo.

Ela pode ser leve ou grave e pode ser bem difícil de controlar, pois atinge um alto grau de intensidade em poucos minutos. Além disso, pode durar muito tempo e, geralmente, está acompanhada de sintomas físicos.

Sabemos que o trabalho consome boa parte do tempo, mas existem pessoas que enfrentam esse período como uma verdadeira tortura. Trabalhos rotineiros e ambientes extremamente competitivos geram um mal humor, total reclamações, preocupação excessiva e deixam as pessoas sob tensão, sem um motivo aparente em menor ou maior grau.

Até certo ponto a ansiedade pode ser positiva, para prevenir e nos preparar para determinados  momentos da vida. Mas quando começamos  perder o controle, essa apreensão antecipada nos faz agir de maneira impensada, prejudicando os nossos resultados.

Cuidado!
Quando o quadro se agrava, a saúde fica comprometida, trazendo insônia, diminuindo o rendimento do profissional durante o período de trabalho e influenciando diretamente no aprendizado, retenção de memória e atenção focada que são características indispensáveis para o desempenho de qualquer ocupação profissional.

Há ainda os distúrbios alimentares, que podem ser acarretados pela ansiedade. Esses distúrbios podem se caracterizar pela ingestão compulsiva de alimentos, o que influi tanto na saúde orgânica quanto na autoestima, como em casos em que há ganho de massa corporal. Em contrapartida, existem casos opostos, em que passa a ter dificuldade de se alimentar, o que resulta em graves desordens nutricionais que comprometem sua condição física e bem estar.

Cuide-se!

Quanto mais cedo procurar o tratamento, melhor.

É difícil prevenir a ansiedade, pois a princípio pode parecer um sintoma natural. Se não for tomado os devidos cuidados  pode se tornar patológico. Além disso, quadros de ansiedade podem evoluir para depressão ou pânico.

Frescura?
Não é!

É muito importante o entendimento de que somos seres humanos e não robôs. A maioria das pessoas simplesmente escolhem viver com a ansiedade em vez de procurar ajuda, por medo de julgamentos, medo de que o tratamento não funcione  ou que seja feito a prescrição de remédios que poderão provocar efeitos colaterais que influenciem em sua atuação profissional.

Busque a informação correta para o que estás sentindo no momento! Pare de adicionar preocupações sem fundamentações. Se busca ter tranquilidade, se quer ter mais foco em seu trabalho,  você precisa de otimismo para ajudar-te a encontrar a motivação necessária para enfrentares os teus problemas.

O tratamento para a ansiedade pode ser feito de duas maneiras Terapia com um profissional especializado e medicamentos, quando necessário com prescrição médica.

Se você se identificou com o tema ou está passando por um período de estresse em seu trabalho, comece a refletir sobre as ações necessárias para o cuidado da sua saúde mental e emocional.

Percorrer pequenos trechos do caminho a cada dia fará com que você se sinta no controle da situação e mais confiante ao mudar de carreira ou continuar com segurança,  sem sofrimento para alcançar o seu sucesso profissional.

Este é o seu momento vai lá e faz!
E Bora Crescer.

Comentários

Related posts:

Gostou deste post? Compartilhe!