VOCÊ TEM FOME DE QUÊ?

A Meditação é muito mais do que um conjunto de técnicas que você coloca em prática.

Meditar é autoconhecimento, é estar atento consigo e com o mundo ao seu redor. É tomar consciência de cada ato, de cada escolha que fazemos em nossa vida.

A alimentação é uma das coisas que se transformam quando nos tornamos meditadores. Porque alimentar-se passa a não ser somente o ato de ingerir alimentos no “piloto automático” para saciar a fome ou saciar um desejo momentâneo. Alimentar-se é um ato de escolha consciente sobre a atenção e o cuidado que o momento requer. Suas escolhas passam a ser direcionadas pela percepção do impacto que elas podem causar para o seu corpo e para o mundo onde você vive.

Quando falamos em Alimentação Consciente, temos duas vertentes a considerar.

  1. A  Alimentação Consciente-Presente: Onde você está com toda sua atenção dedicada a este momento. Você olha a comida, aprecia a sua coloração, seu aroma, aprecia delicadamente seu sabor e as sensações que ela lhe apresenta em contato com o seu paladar.
  2. A Alimentação Consciente (escolhas): Onde você está com sua atenção voltada para a “responsabilidade” da escolha do que você vai comer. Você considera o impacto de suas escolhas para o seu corpo, sua saúde, para a sociedade, para o mundo como um todo.

E uma coisa vai levando a outra…

Quando você começa a se alimentar com ATENÇÃO PLENA, consequentemente vai adquirir mais CONSCIÊNCIA sobre as escolhas do que comer.

Uma alimentação SAUDÁVEL consequentemente vai aumentar o seu BEM ESTAR e melhorar a sua relação com o seu corpo.

Escolhas saudáveis consequentemente vão gerar impactos em seu ambiente, você pode influenciar as pessoas de seu convívio para que também adquiram estes novos hábitos alimentares.

Mais pessoas alimentando-se CONSCIENTEMENTE podem gerar impactos positivos para a nossa sociedade, para o nosso meio ambiente, para o nosso Planeta!

Fica aqui o meu convite, para que você comece a estar PRESENTE-CONSCIENTE em suas refeições.

Aprecie o momento e o ato de se alimentar, observe seus impulsos relacionados a alimentação. Faça uma auto observação, reconheça-se em seu momento de “fome” ou de “desejo” de comer para aliviar uma emoção. Faça escolhas CONSCIENTES sobre o que você coloca em seu prato e em seu corpo.

POR MIM, POR VOCÊ, PELO PLANETA!

PAZ e BEM!

Adriana

Comentários

Related posts:

Gostou deste post? Compartilhe!